Postagens

“Traços e Textos do 5º Ano”: A Capa!

Imagem
Senhoras e senhores, é uma honra apresentar para vocês a capa do 10º lançamento do selo Nascedouro, da Editora Os Dez Melhores: o livro “Traços e Textos do 5º Ano”, que reúne contos e desenhos de 48 alunos do 5º ano do ensino fundamental do Colégio Teutônia, de Teutônia/RS! Com ilustração de Mario Cau e projeto gráfico de Sergio Chaves e da Charlotte Estúdio, a capa retrata, com precisão cirúrgica, a beleza, a leveza e a riqueza dos trabalhos criados pela gurizada em sala de aula! O lançamento acontece dia 12/11 e eu estou louca para conhecer pessoalmente estes novos autores brasileiros – e, claro, garantir o autógrafo de cada um! 



Censura NUNCA MAIS!

Se você não gosta do livro, da exposição, do filme, da música, não leia, não visite, não assista, não escute. Mas daí a querer proibir os outros 209,3 milhões de brasileiros de ler, visitar, assistir e escutar, porque VOCÊ NÃO GOSTA, é ridículo. É julgar que a sua opinião e o seu gosto são mais importantes que os dos demais – e não, não são. É ver o país inteiro pela perspectiva do próprio umbigo, o que demonstra não apenas ignorância e imaturidade, mas também egoísmo e arrogância. Sem contar que a censura à Bienal do Livro abre precedentes para todo e qualquer tipo de censura, porque onde passa um boi, passa uma boiada. As pessoas que estão defendendo esta barbaridade não sabem ainda, mas estão arriscando o bem mais precioso de todo cidadão: sua liberdade.

Ouçam as crianças!

Imagem
Manos e minas, olhem só essa foto. Foi tirada na semana seguinte ao lançamento do livro Pequenos Escritores do Rui Vol. 3, no Colégio Sinodal Rui Barbosa, aqui em Carazinho/RS. Amei muito essa foto porque ela retrata com perfeição o que o projeto Nascedouro significa e representa: uma oportunidade para nós, adultos, ouvir, ler e aprender com as nossas crianças. Se prestássemos mais atenção nelas, e no que dizem, pensam, escrevem e desenham, no que elas fazem, no jeito como brincam, como vivem e como se comunicam, seríamos tão mais felizes e menos chatos e rabugentos! Leiam as crianças e se permitam aprender com elas. 




Forte e Foda

Imagem
A primeira vez que li Fernanda Young, “Vergonha dos Pés”, lançado em 1996, eu tinha 12 ou 13 anos e caminhava por aquele limbo escuro e frio entre a infância e a adolescência. Entre ser o que esperavam de mim e ser eu. Com 12 ou 13 anos, eu já suspeitava que o papel da mulher, forjado e imposto por uma sociedade no mínimo equivocada, era uma bela de uma bosta. Senta direitinho. Fale baixinho. Seja boazinha. Não responda. Fecha as pernas, menina! Não é assim que se comporta uma mocinha! Não, eu não queria me comportar como uma mocinha. Não queria sentar direitinho, falar baixinho e ser boazinha. Não queria diminutivos para mim. Eu queria ser forte e foda, mas a maioria das representações de mulheres que eu conhecia naquela época, pela TV, revistas e jornais, era o oposto disso: elas eram frágeis, sempre à espera de um salvador montado num cavalo branco; eram todas padronizadas, dóceis, comportadas e obedientes, obcecadas em agradar. Belas, recatadas e do lar. Deus me livre ser assim. Aí …

“Autor Presente!”: A Capa!

Imagem
Vêm conhecer a capa completa do próximo lançamento da Editora Os Dez Melhores, o livro “Autor Presente!”.
A obra reúne textos e ilustrações de 80 alunos do 3º e do 4º ano do ensino fundamental de 44 escolas estaduais, distribuídas em 21 municípios de abrangência da 39ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), que escreveram e desenharam sobre um tema absolutamente importante para o Brasil com o qual sonhamos: o respeito! “Autor Presente!” fala sobre bullying, sobre preservação ambiental, sobre o cuidado com o patrimônio público, com sua casa, sua escola e seu bairro, com sua higiene pessoal, com os animais e, principalmente, com os seres humanos. A ilustração é do Mario Cau, grande amigo, grande talento e grande parceiro da Editora Os Dez Melhores. Já a arte ficou por conta do indispensável Sergio Chaves e sua Charlotte Estúdio, que praticamente já são sócios da editora. O lançamento é dia 17 de outubro, entre 14h30 e 16h30, na UPF Campus Carazinho! “Autor Presente!” é o 9º lançamento do …

"Autor Presente!": a ilustração de capa!

Imagem
Eis a magnífica ilustração de capa do 9º lançamento do selo Nascedouro, da Editora Os Dez Melhores: o livro “Autor Presente!”:
A obra, que será lançada dia 17 de outubro, reúne textos e desenhos de 80 alunos do 3º e do 4º ano do ensino fundamental de 44 escolas estaduais de 21 municípios de abrangência da 39ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE). Inspirados pelo tema “#O Respeito Dá o Tom”, a gurizadinha escreveu e desenhou suas histórias, nos trazendo verdadeiras lições sobre a importância do respeito para nossas vidas enquanto indivíduo e enquanto coletivo. O mais bacana deste projeto é que ele chegou até estudantes das mais diferentes localidades, de cidades pequenininhas até comunidades do interior e aldeias indígenas. A ilustração de capa, é claro, ficou por conta do grande talento de Mario Cau, nosso parceiro desde o 1º livro que lançamos e nosso amigo querido. Agradecemos do fundo do coração a toda a equipe da 39ª CRE, em especial à Cristina Lunkes Hartmann, que não mediu esforç…

Pequena crônica sobre futebol

Interessante o meu colorado: diminui diante dos pequenos e se agiganta diante dos gigantes. Uns dez anos atrás, quando eu morava em Passo Fundo, o dono do mercadinho perto do meu prédio, gremista, vivia me zoando porque o Inter perdia, e não raramente de goleada, pra times minúsculos e modestos, cujo orçamento anual não pagava o salário de um jogador de base do colorado. Porém, eu lembro que respondia pro dono do mercadinho que o Inter era o clube do povo, que abraça os excluídos, os esquecidos e os marginalizados, e levou esta filosofia para o campo. Times sofridos saíram da zona de rebaixamento ou conseguiram a primeira vitória no campeonato graças ao Inter. Clubes modestos, que não marcavam gol há meses, puderam comemorar pelo menos uma noite, tudo graças ao Inter. Não sei, mas pensar deste jeito sempre conforta meu coração, haha. O fato é que, como bem sabemos, o Inter é assim até hoje – e graças a São Fernandão, foi assim ontem também, quando se agigantou diante do gigante, no Giga…