Editora Desdêmona


O meu poema “Com licença” foi selecionado para integrar a primeira coletânea da Editora Desdêmona, “As coisas que as mulheres escrevem”.
Em um país onde 70% dos livros publicados são escritos por homens; onde 60% das histórias são protagonizadas por homens; onde dizer a uma autora que ela “escreve como um homem” é elogio; é mais do que uma honra participar deste projeto. 
É um grande privilégio.



Postagens mais visitadas deste blog

Conquista e privilégio

Sobre se tornar

Um bônus e um ônus e vice-versa